• grupoaudisa

ECD

Foi publicada Regra e chave do registro I051 da ECD


Até o leiaute 8 da ECD, a chave do registro do registro I051 foi o centro de custos e a conta referencial [COD_CCUS] + [COD_CTA_REF]. A partir do leiaute 9, válido desde o ano-calendário 2020, a chave do registro I051 será somente o centro de custos [COD_CCUS].

Concomitantemente, a partir do leiaute 9, a “REGRA_NATUREZA_CONTA_DIFERENTE” será um erro, impedindo assim a entrega da escrituração caso ocorra.


Isso implica que só será possível mapear contas referenciais para contas contábeis da mesma natureza (ativo, passivo ou patrimônio líquido, notadamente). Portanto, pode haver reflexos em caso de alterações do plano de contas que modifiquem a natureza de contas contábeis, mas mantenham o código.


Em relação à modificação da chave do I051, usualmente, um centro de custo é mapeado para apenas uma conta referencial (isto é, existe apenas um registro I051 com o mesmo centro de custo, ligando a conta contábil do registro pai I050 à conta referencial constante no registro filho I051 para aquele centro de custo). No entanto, até o leiaute 8, a ECD permitia que um mesmo centro de custo fosse mapeado para mais de uma conta referencial, ou seja, podia haver mais de um registo I051 com o mesmo centro de custo vinculando diferentes contas referenciais.


A modificação da chave do registro I051 a partir do leiaute 9 implica que uma conta contábil (I050)/centro de custo (I051) só poderá ser mapeada para uma conta referencial. Ou seja, cada centro de custo de um conta contábil deverá corresponder a apenas uma conta referencial.


Com isso, em todos os casos, o Balanço Patrimonial e a Demonstração do Resultado Contábil poderão ser calculados em forma definitiva (a partir da ECD, independentemente de informação fornecida na ECF), a integração entre a ECD e a ECF será facilitada e haverá diminuição da complexidade da ECF, viabilizando as metas de simplificação da escrituração.


Em contrapartida, algumas pessoas jurídicas serão afetadas pela mudança, devendo ajustar seus centros de custo, ou gerar novos centros de custos, de modo que cada um deles corresponda a apenas uma conta referencial para fins de geração da ECD relativa ao ano-calendário 2020 a ser entregue até maio do ano subsequente, e das escriturações posteriores.

Fonte : Receita Federal

17 visualizações

Posts recentes

Ver tudo
São Paulo
Alameda Rio Negro, 503 - 1° andar
Conj. 108/109 - Alphaville

        11 3661-9933
 
        atendimento@grupoaudisa.com.br
email.png
telefone.png
UNIDADES OPERACIONAIS
SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS
instagram.png
facebook.png
youtube.png
linkedin.png
twitter.png
NOSSOS PARCEIROS:
justus.png
auditus.png
© 2020 - Todos os direitos reservados - Audisa - Auditoria e Consultoria
Recife
        recife@grupoaudisa.com.br
 
Rio de Janeiro
        riodejaneiro@grupoaudisa.com.br
Porto Alegre
        portoalegre@grupoaudisa.com.br
Santa Catarina
        criciuma@grupoaudisa.com.br
email.png
email.png
email.png
email.png